01
Mar

Como construir um projeto básico de automação comercial

8220


Para automatizar um comércio depende de é um conjunto de processos que visam à mecanização da venda de produtos e serviços. Envolvendo todo o processo mercantil através de softwares e hardwares (equipamentos para automação comercial).

            É importante automatizar fluxos de trabalho comercial, pois, o mercado cada vez mais competitivo, demandou a desburocratização e excelência em atendimento. O que propiciou o surgimento de cenários com alta produtividade, assertividade na análise dos dados e melhor preparo das equipes.

Neste artigo vamos tratar de:

  1. Como construir um projeto básico de automação comercial
    1. Identificando as necessidades;
    2.  Softwares de automação comercial;
    3.  Treinamento de pessoal;
    4.  Instalação e acompanhamento;
    5.  Manutenção e suporte.
  2. Equipamentos necessários para automação comercial
    1. Impressoras (NFCe e etiquetas);
    2.  Leitores de código de barras;
    3.  Gavetas de dinheiro;
    4.  Computadores e registradoras;
    5. . Relógios de ponto;
  1. CONCLUSÃO

?

Identificando as necessidades

Tenha papel e caneta à mão, converse com cada pessoa da sua equipe e anote as necessidades separadas por departamento, setores ou funções. Não importa se a empresa é uma pequena empresa ou como uma loja.

O importante é que nenhum ponto da automação fique com furos e para que se saiba nos próximos passos os equipamentos que realmente farão você automatizar corretamente seu comércio.

 

Softwares de automação comercial

            Aqui você já entende porque é tão importante identificar necessidades. Com inúmeras soluções em softwares de gestão comercial no mercado, não é difícil tomar a decisão que, apesar de parecerem milagrosas, não servem exatamente para seu negócio. Às vezes ter funções que podem ser dispensas em seu negócio e faltar as que realmente você necessita.

            Ainda tomando nota das informações, faça uma pesquisa de possíveis fornecedores desse software. Confirme informações como: nível de satisfação dos clientes quantos às soluções que o programa oferece. Quais são os problemas mais recorrentes e como a empresa fornecedora lida com os mesmos.

Por fim, nesta etapa, é só cruzar essas informações com as necessidades levantadas. Assim evitará, como já foi dito, a contratação de um sistema “a quem” de suas necessidades. Não é raro encontrar sistemas de gestão comercial gratuitos, mas realmente não orientamos ou condenamos nenhum software, mas lembre de que é necessário o suporte adequado para quaisquer eventualidades.

 

 Treinamento de pessoal

            Aqui não envolve só o treinamento operacional dos equipamentos e softwares por parte dos funcionários. Pense que automação pode ser confundida pelo trabalhador como perda de funções. Através de ações motivacionais você mostrará às pessoas que trabalham com você que a automação comercial será uma ajuda e não um problema para elas.

Quanto ao treinamento operacional, obtenha treinamentos, se possíveis, presenciais com os responsáveis pelos sistemas e máquinas. Muitas empresas trabalham de maneira bem didática seus manuais e materiais de treinamento. Isso ajudará seus funcionários a se familiarizarem com a automação.

 

 Instalação e acompanhamento

A implantação da sua automação comercial por mais básica que seja deverá seguir sincronizada. Alinhe a instalação do software com os equipamentos e fornecedores para que tudo esteja funcionando corretamente e em conjunto. No início é natural que apareça erros e dúvidas, mas com a sincronização será mais fácil sanar os eventuais problemas.

 

Manutenção e suporte

Conforme já dissemos, principalmente no começo, trabalhar com automação comercial será um processo de adaptação, porém o processo de manutenção e suporte deve ser também em longo prazo. Selecionar bem os fornecedores de sua automação comercial fará com que você sempre tenha a quem recorrer rapidamente caso precise de suporte ou manutenção.

A partir destes 5 pontos, com certeza, você conseguirá implantar uma automação comercial básica com sucesso. Nunca se esqueça de registrar todos os progressos e oportunidades de melhora e colher feedbacks de quem tem contato com a automação na empresa, para que você possa fazer um processo de contínua melhora. 

 

Equipamentos necessários para automação comercial

De maneira geral, podemos listar alguns equipamentos que são comuns a toda e qualquer atividade comercial, mas é indispensável conhecer bem o seu negócio para saber as suas particularidades.

Os equipamentos de automação comercial podem ser observados de acordo com suas funções, mas há aqueles que são itens indispensáveis por questões legislatórias, como os emissores de cupom fiscal. Para uma automação comercial básica são necessários:

 

Impressoras (NFCe e etiquetas);

Impressoras para automação comercial podem ser divididas basicamente em 3 tipos. As impressoras de cupons fiscais e não fiscais e as impressoras matriciais.

A primeira serve para comprovação das movimentações junto ao fisco. As impressoras de cupons não fiscais somente fornecem o cupom ao cliente para comprovar a compra, mas não possuem validade para o recolhimento de impostos.

As matriciais, por sua vez, são impressoras de notas fiscais em mais de uma via. Para entender mais sobre o assunto indicamos a leitura de nosso e-book. Você pode baixa-lo gratuitamente.

 

Leitores de código de barras

            Leitores serão responsáveis pelos registros dos produtos comprados e;ou cadastros das mercadorias em sistema. Podem ser portáteis ou fixos. A Sir Tecnologia desenvolveu um infográfico para te ajudar na compra de um leitor e pode acessá-lo sem custo.

Gavetas de dinheiro

Além de um compartimento próprio para armazenagem do dinheiro do caixa, as gavetas dão segurança, pois são acionadas e liberadas a cada transação. Considere adquirir a gaveta que seja compatível com sua impressora de cupom, pois assim, haverá essa integração de equipamentos.

 

Computadores e registradoras

Logicamente que todos esses periféricos precisarão de um servidor onde serão armazenadas as informações. É importante que os sistemas utilizados tenham suporte para backups periódicos. Não corra o risco de perder as informações comerciais de seu negócio.

Caso opte por diminuir a dependência de sua automação a um microcomputador, você pode optar por terminais de vendas autônomos e máquinas registradoras. Mesmo que alguns modelos, hoje em dia, tenham caído em desuso.

 

Relógios de ponto

            Caso sua empresa se caracterize pelo pequeno número de funcionários, claramente um relógio de ponto eletrônico, não é tão necessário. À medida que o crescimento do quadro de empregados vai acontecendo, considere automatizar o registro de entrada e saída da jornada de trabalho de cada um. Isso facilitará o seu controle para garantir os direitos e deveres do seu trabalhador.

 

Conclusão

De acordo com que você vai registrando as informações e construindo seu plano de automação, conseguirá perceber o quão relevante é tal ou tal item. Comece pelo que é necessidade primária. Caso seja possível pense em uma automação parcial. Isso fará que não só concentre-se no que realmente precisa como conseguirá economizar no processo.

Pense que um sistema de automação comercial funciona através da melhor integração entre software e hardware. Tenha atenção ao adquirir equipamentos compatíveis e que poderão funcionar em conjunto com outros aparelhos adquiridos posteriormente. Para que assim você consiga sempre ampliar e melhorar os processos continuamente de acordo com as necessidades que vão surgindo. 





Comentários